Habitação popular pelo Minha Casa Minha Vida

O programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida tornou-se sinônimo de habitação popular. E habitação popular no Caixa Minha Casa Minha Vida é oferecer o acesso a um direito que está garantido na Constituição Federal de 1988: o direito à moradia.

Para que serve o programa Minha Casa Minha Vida pela Caixa

O programa Minha Casa Minha Vida Caixa surgiu da necessidade de um programa voltado para a eliminação do déficit habitacional de nosso país, que já foi muito mais acentuado, mas que ainda está longe de ter alcançado o equilíbrio. Com o fim dos instrumentos de que o governo federal dispunha para o combate desse déficit, o BNH – Banco Nacional da Habitação – com tantas falhas que resultaram em sua extinção, o programa Caixa habitação popular possui diversos facilitadores para possibilitar que uma fatia cada vez maior de brasileiros possam acessar sua cidadania e o seu direito constitucional de moradia.

Por que foram feitos novos ajustes no programa?

Sendo assim, o Mais Habitação Caixa Econômica Federal atende 4 faixas de renda, cada qual com seus requisitos, características e benefícios específicos. Existem outras linhas de financiamento habitacional, não sendo enquadradas no Caixa Habitação Popular.

A habitação popular no Minha Casa Minha Vida vem ganhando importância nos últimos anos, a ponto de, a despeito das críticas, estar se tornando o programa de acesso à dignidade e cidadania de maior relevância e impacto do governo federal. Ajustes, correções e novas regras foram recentemente immplantadas visando dar maior transparência, credibilidade e atingir um maior número de famílias que têm real necessidade de um imóvel pelo Minha Casa Minha Vida na Caixa.

Há problemas/perigos em aderir ao programa MCMV?

Não é por que o programa é financiado por intermédio do Governo que ele será exemplo. Como o caso reportado pelo Jornal R7 (aqui), várias construções das habitações destinadas ao Minha Casa, Minha Vida acabam resultando em problemas e/ou falhas estruturais.

Como o governo pretende oferecer mais casas populares?

A ampliação recente do programa para famílias com renda de até R$ 9 mil é um exemplo claro dessa estratégia do governo. Atingindo mais famílias com renda média e que não têm direito, dentro das regras do programa, ou necessidade de subsídios, o governo pode oferecer mais unidades na habitação popular no Minha Casa Minha Vida, para pessoas que, se não houvessem os subsídios, não teriam condições de financiar sua casa própria pela Caixa Habitação Popular.